Sorvete de banana caseiro

  • ago 6, 2018

sorvete de banana caseiroA receita que propomos hoje é o facílimo sorvete de banana, perfeito desde os primeiros meses do desmame, especialmente se seu filhote sofre de falta de apetite por causa do calor ou se sente incômodo nas gengivas por causa dos primeiros dentinhos.

Este sorvete de banana é um lanchinho maravilhoso e super simples:pode ser preparado em dois minutos a qualquer momento do seu dia. Basta congelar algumas bananas maduras fatiadas para depois, quando for o caso,bater uma porção com um bom mixer de cozinha(aquele com a lâmina em S, para ser clara) até alcançar uma consistência cremosa.

sorvete de banana caseiro sorvete de banana caseiro sorvete de banana caseiro

É um sorvete desprovido de açúcares adicionados, estando presentes, de fato, apenas os açúcares da fruta, que o tornam naturalmente doce, mas não demais. Por isso é ótimo seja para crianças em processo de desmame,que não devem consumir açúcares adicionados, quanto para as mães que gostariam de voltar a caber nos jeans antigos!

Mas não é apenas isso, pois você pode usar este sorvete como base para inúmeras variações coloridas e gostosíssimas que seu pequeno vai adorar. Agora vamos te explicar como:

Adicione frutas:você pode adicionar pedacinhos de frutas frescas ou congeladas, se quiser manter a consistência cremosa. Pode começar com as frutas que seu pequeno come normalmente, para depois passar a outros tipos, embora seja preferível introduzir apenas um tipo de fruta por vez se estiver iniciando o processo do desmame agora.

Algumas ideias: morangos, manga tommy, cerejas sem o caroço, mirtilos, amoras, framboesas, abacaxi, pêssegos, ameixas, enfim, tudo aquilo que seu filho gosta de comer!

Adicione proteínas:para aumentar o teor de proteína do lanche, você pode adicionar uma colher de iogurte vegetal, de leite de cabra ou de vaca, que são todos alimentos ricos em proteínas e em microrganismos benéficos, chamados de probióticos, que repõem a flora bacteriana e reforçam as defesas imunológicas do seu pequeno.

sorvete de banana caseiro sorvete de banana caseiro

Adicione fibras: para potencializar a provisão de fibras e fazer o lanche ser mais substancial, você também pode adicionar uma colher de pequenos flocos de aveia. A aveia é um cereal riquíssimo em fibras e auxilia o trânsito intestinal, além de ser uma fonte de carboidratos de lenta absorção, que mantêm a saciedade por mais tempo sem aumentar a glicose. Como alternativa você pode usar outros cereais ou pseudocereais em flocos, como o amaranto e a quinoa.

Adicione especiarias: se estiver com falta de ideias ou com pouco tempo disponível, mas ainda assim quiser adicionar um toque especial ao seu sorvete, aqui estão algumas ideias: uma pitada de cacau cru em pó, farinha de alfarroba, ou então baunilha ou canela. Para as especiarias não há contraindicações de uso a partir dos 6 meses de idade, mas aconselhamos ter paciência e iniciar com os sabores mais simples e singelos e ir adicionando variações à medida que a criança começar a ganhar confiança com os novos sabores.

sorvete de banana caseiro

Sorvete de banana caseiro

Ingredientes

    Ingredientes para a base (a partir dos seis meses de idade):
  • bananas maduras
  • 2-3 colheres de água para bater
    Variações:
  • Adicione um pedacinho de mango ou 2-3 morangos congelados ou outra fruta (a partir dos seis meses de idade)
  • Adicione uma colherzinha de creme de amêndoas 100%, creme de avelãs 100% ou tahine (a partir dos seis meses de idade)
  • Adicione uma colher de flocos de aveia pequenos (a partir dos doze meses de idade)
  • Adicione uma colher iogurte de leite de vaca ou vegetal (a partir dos seis meses de idade)
  • Adicione uma pitada de canela, cacau e outras especiarias (a partir dos seis meses de idade)

Modo de preparo

Cortar algumas bananas em rodelas e congelá-las em um saquinho.

Quando for o caso, bater os pedaços com um bom mixer até alcançar uma consistência cremosa.

http://pomarioblog.com/pt/sorvete-de-banana/

Precauções:

  • Alimentos para evitar durante o desmame: açúcar (sobre o assunto já escrevi uma materia sobre como reconhecer o açúcar em tudo aquilo que compramos), mel (pode desencadear botulismo infantil), sal (pelo menos até os 12 meses de idade, pode ser usado em pequenas quantidades por crianças em processo de desmame natural e que experimentam os alimentos dos pratos dos pais, desde que eles se acostumem a usá-lo com muita parcimônia, ou aprendam a comer sem sal), leite de vaca e derivados (na Itália o iogurte e os queijos são permitidos desde o princípio, mas no Brasil me foi aconselhado de esperar os 12 meses de idade), frutos do mar, carnes vermelhas elaboradas (como o presunto cozido ou cru) e, por fim, cogumelos.
  • Evitar todos os produtos que excluiríamos ao usarmos um pouco de bom senso, como, por exemplo: bebidas gasosas, café, balas, biscoitos e lanches industrializados, alimentos embalados ou que contenham conservantes e corantes.
  • Adquirir, quando possível, alimentos orgânicos ou consumir aqueles cultivados por um agricultor de confiança, ou, então, colhidos na própria horta no caso de quem é sortudo o bastante para ter uma. Oferecer aos nossos filhotes apenas verduras da estação e que sejam, de preferência, km zero.
  • Aqui está a classificação feita pela organização sem fins lucrativos Environmental Working Group sobre os alimentos que costumam ter mais agrotóxicos, assim você poderá avaliar quais são os tipos de frutas e verduras nos quais realmente vale a pena “investir” em suas versões orgânicas, como, por exemplo, os morangos de nossa receita.

 

Condivi - Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um comentário